Se você só vê Deus ou pensa que as coisas espirituais são a meditação, o louvor, jejum, ou quando está na igreja, fazendo “as coisas da igreja”, mas não O enxerga no seu dia a dia, no trabalho, na faculdade, ou quando está cuidando da casa ou dos filhos. Talvez o seu olhar esteja contaminado com uma visão pagã dualista. Deus não trabalha de forma dicotômica, ao criar as coisas Ele se alegrou e afirmou que sua criação era boa! Apreciar as coisas da terra é um exercício extremamente espiritual! Deus atribuiu beleza, dignidade e significado para o mundo e para o homem!!!

No Salmo 34.8 diz para provar e ver como o Senhor é bom! Quando você toma um bom café, ou aprecia um excelente livro, ou se emociona com uma bela música, você tem provado e visto como o Senhor é bom!

Se você começar a alinhar o seu coração à uma forma bíblica de interpretação da realidade (cosmovisão cristã) talvez você comece a perceber que Deus está e se faz presente em todos os momentos e lugares, no expediente de segunda à sexta do seu trabalho, ou na volta para casa naquele busão lotado, até no choro desesperador de um bebê, mas também no afago do filho no colo de sua mãe, no rango saboroso do jantar que só a mãe ou avó sabem fazer. Ele se faz presente nos tempos bons e ruins, nos dias ordinários e extraordinários.

Mas se você só o vê quando passa por situações adversas, ou reconhece o senhorio dEle quando está com problemas financeiros, cara… Tu está precisando mudar imediatamente a sua visão, porque não compreendeu ainda como se deve ver e viver o Evangelho!

Texto por: Priscila Shiotani